Meu Pai lutador de Judô

Fábio
Enviado em 07/04/2011
Moro no Rio de Janeiro, tenho 21 estudo, trabalho e moro so com meu pai desde que minha mae resolveu se separar dele quando eu tinha 16 anos. Por ele continuar aqui na zona sul, achamos melhor que seria mais facil pra eu continuar perto da escola.
 
Sempre me dei muito bem com meu pai que por ser um cara jovem porem maduro. Ele e professor de judo entao convivi com esses garotos diariamente, fala giria, me pega pra brincar de luta ou pra me deixar mais mal-humorado ainda quando ele me acordava cedo nos fins de semana.
 
Eu nunca fui de namorar varias meninas ou de sair muito com os amigos... sempre fui bem caseiro e como amigo, bastava meu pai que so o vendo praticamente a noite quando ele chegava do treino.
 
Nunca tive atracao por homens, nem passava pela minha cabeca algo do tipo. Ate ha 2 anos atras, quando eu tinha 19 anos.
 
Voltando da faculdade mais cedo resolvi dar uma passada na academia pra pedir pra quando ele fosse pra casa levasse alguma coisa diferente pra comer. Quando cheguei la ele estava terminando de correr na esteira e ia tomar uma ducha e me pediu companhia, eu fui la conversando e tal... foi tirando a roupa e entrou no chuveiro de sunga. Normal, nunca tinha visto meu pai nu mesmo entao achei normal, ele devia ter vergonha, sei la.
 
Fiquei vendo ele tomar banho, falando comigo... Comecei, sem querer a perceber no seu corpo de homem!!! Malhado sem exagero, abdomem legal, pernao e um cabelo raspado, levemente grisalho (ja esta com 45), aquele olhao verde e cara de pitboy apesar da idade...
 
Me perdi nos pensamentos, levantei, dei um tchau rapido e fui pra casa me sentindo um pouco estranho, meio culpado, meio curioso... mas tentei deixar de lado!!!
 
Quando ele chegou em casa a primeira coisa que ele fez, e sempre fez, mas so agora fui ver de forma dirente... foi quando ele tirou a camisa, e foi largando o calca do quimono pela sala, ficando so com sua sunga preta!!! Se jogou no chao resmungando que tava cansado...
 
Ai eu comecei a provoca-lo, dando tapas na sua cabeca, falando q ja tava ficando velho, com cabelos brancos...so pra brincar, ele me puxou pro chao e comecamos a lutar de brincadeira...ate q fomos cansando e ficamos parados, deitados no chao um grudado no outro durante alguns minutos... Quando me dei pela situacao que estava, fui me levantar e vi q meu pai estava dormindo, dei uma sacudida nele e falei - "Vai dormir no quarto..." e fui comer alguma coisa e ele resmungou novamente com voz sonolenta - "Apaga a luz ae!"
 
Fiz tudo que tinha pra fazer e resolvi ir dormir... e ele continuava na sala!!! No meio da noite acordei com ele acordando e indo pro quarto!!! Perdi o sono e percebi pela luz acesa que ele ainda estava acordado e fui ate seu quarto. Ele tava deitado na cama querendo dormir, tambem tinha perdido o sono... Deitei do seu lado e ele naturalmente deitou a cabeca em meu peito e comecou a me apertar... ele nunca tinha feito isso, mas deixei...os apertoes, comecaram a virar carinho, ele percorria com aquela mao forte sobre todo meu corpo, passando pelo peito e barriga...Ninguem disse uma palavra...De repente ele desceu ate meu pau e perguntou sem me olha: Posso? Eu nao respondi nada...estava morrendo de vergonha, nao estava duro, mas estava envergonhado pela situacao.
 
Ele continuou a passar a mao no meu pau, ainda mole botou pra fora do short de dormir que eu estava, esticou a pele, deixando toda a cabeca de fora e comecou a me chupar bem devagar...meu pau foi ficando duro em sua boca e ele comecou a chupar e sugar mais depressa... quando eu estava quase gozando, tireu meu pau de sua boca, tirei-o de cima de mim, arranquei sua sunga, olhei pra aquele pau duro, daquele homem gostoso que e meu pai, fiz o mesmo que ele fez: estiquei a pele, deixando pra fora toda a cabeca daquela rola maravilhosa e comecei a chupa-lo!!! Ate que ele me botou de lado, me agarrou por traz e foi metendo todo aquele pau no meu rabo, quase nao senti dor de tanto prazer que sentia cada vez que ele entrava e saia... Gozamos juntos!!!
 
Depois ficamos nos beijando durante um bom tempo... Ja conversamos algumas vezes sobre o assunto...mas nos dois ainda temos um pouco de vergonha, mas continuamos a transar... as vezes ele deixa eu comer seu rabo, mas ele nao gosta muito, diz que doi!!! Eu adoro quando ele me come...